Política de Segurança Cibernética

InícioSegurança da Informação Cibernética

Segurança da Informação

Com a Política de Segurança Cibernética possui como objetivo estabelecer os procedimentos, rotinas e padrões de organização que permitam a Credisan prevenir, detectar e reduzir a vulnerabilidade a incidentes relacionados com o ambiente cibernético.

Esta política se aplica a todos os usuários da informação da Credisan, incluindo qualquer indivíduo ou organização que possui ou possuiu vínculo com a Cooperativa, tais como prestadores de serviço, ex-prestadores de serviço, colaboradores, ex-colaboradores, que possuíram, possuem ou virão a possuir acesso às informações da Credisan e/ou fizeram, fazem ou farão uso de recursos computacionais compreendidos na infraestrutura Credisan.

A Credisan, representada pelos seus administradores, colaboradores e prestadores de serviços devem atuar, no tocante ao tema de segurança cibernética, fundamentados nos seguintes princípios:

Confidencialidade: garantir que o acesso à informação seja obtido somente por pessoas autorizadas e quando for de fato necessário, através de sistemas que permitam a autenticação de acesso, bem como a definição dos níveis de segurança dos dados.

Integridade: garantir a exatidão e completude das informações sob responsabilidade da Credisan, mantendo sua condição inicial de acordo com a forma que os dados foram produzidos e armazenados, com a limitação de alteração por níveis de acesso e o registro destas quando ocorrerem.

Disponibilidade: garantir que pessoas autorizadas tenham acesso à informação sempre que necessário, garantindo eficácia do sistema e do funcionamento de rede.

Diretrizes de Controles da Política

Os procedimentos e controles de vulnerabilidade devem ser empregados em todas as tecnologias da Credisan, inclusive, no desenvolvimento de sistemas de informação e na adoção de novas tecnologias empregadas nas atividades da cooperativa.